Cinema e TV
Exibir por:

Anatomia de Harry Potter

Interpretação psicanalítica dos livros de J. K. Rowling

Harry Potter revelou uma massa de crianças leitoras, cujos números não cansam de ser citados (quantas páginas, traduções, exemplares), porém as razões para tamanho apreço de seu público não foram suficientemente explicadas. Podemos dizer o óbvio: é bem escrito e a autora não cai na cilada comum de considerar as crianças como menos exigentes para com a literatura. As histórias são complicadas, com personagens complexos, viradas surpreendentes e todo um universo de fantasias criado para uso exclusivo do livro. Bem, outros autores já fizeram isso e nem sempre com os mesmos resultados, afinal, criar dimensões mágicas é  lugar comum na literatura para esta idade. Então, o que faz a diferença?

Continue lendo…

O Sexto Elemento

Sobre o filme Quinto Elemento de Luc Besson

Muitos hoje se perguntam por que trazer crianças a um mundo tão violento, porque continuar a desenvolver uma condição humana que cada vez mais revela-se egoísta e cruel. Em nome de que valeria a pena seguir vivendo e apostando na humanidade? É em torno destas questões gira o filme O Quinto Elemento (dirigido por Luc Besson, 1997).

Continue lendo…

19/01/01 |
(2)

Quem tem medo de Disney World?

Estudo psicanalítico do imaginário Disney

Com o passar dos anos, precisamos adaptar o olhar de modo a perceber que a literatura e a mitologia talvez não tenham perdido espaço, acreditamos que elas buscam outros caminhos para manter sua eficácia, este texto é uma tentativa de seguir uma destas trilhas.  Podemos muito bem alardear o simples desaparecimento das formas tradicionais de transmissão cultural e lamentar o vazio deixado pela falta das narrativas orais, do convívio com a família extensa, etc.,  e não estaremos equivocados. Porém, pensamos que devemos buscar os atos de preservação do acervo discursivo da nossa cultura lá onde se encontram  hoje, sob pena de dizermos que desapareceu algo que apenas mudou de lugar.         

Continue lendo…

Trainspotting – a droga como ela é

Sobre o filme de Danny Boyle e a toxicomania

O cinema inglês anda eufórico e não sem razão, Trainspotting (dirigido por Danny Boyle, 1996) é realmente tudo que dizem e um pouco mais. O filme conta as desventuras de um grupo de adolescentes escoceses envolvido com drogas e delinqüência. O sucesso não ocorre por acaso, como diria um pára-choque de caminhão. O fato de ter se transformado tão rapidamente num cult na Europa e nos EUA merece uma reflexão. Arriscamos uma hipótese sobre a grande aceitação do filme: ele mostra como a escolha pela droga é uma questão ética, trata-se menos duma fraqueza de espírito e mais de uma escolha por um destino possível.             

Continue lendo…

19/11/97 |
(1)

CRASH – Seis Personagens em Busca do Gozo

Sobre o filme Crash de Cronenberg

Se você assistiu Crash por inteiro e resistiu ao impulso de partir indignado, saiba que você tem alguma sabedoria sobre a alma humana. Você tem este conhecimento cuja fonte de águas amargas nos faz sábios: a familiaridade com as mais insuportáveis fantasias e os mais ásperos pensamentos que invariavelmente constituem nosso âmago.

Continue lendo…

15/02/97 |
(0)

O direito de renascer

Crianças desaparecida em novela da Globo

Pais e filhos desaparecidos encontram na novela motivo para um reencontro

Mais uma novela da TV Globo se encerra, nenhuma novidade, pois uma percentagem bastante grande de famílias brasileiras continuará ligada em mesmo lugar e horário assistindo ao próximo desfile de personagens da novela seguinte. As histórias se sucedem como as escolas no Sambódromo, cada uma traz seu tema e o público samba seu enredo no camarote. Após sua passagem, infiel, sambará ao próximo assunto. Mas será que nada fica?

Continue lendo…

19/06/96 |
(0)